A Igreja de Cristo

O reflexo de uma igreja cristã na sociedade nem sempre é o reflexo real de uma igreja saudável.

Também os levarei ao meu santo monte e os alegrarei em minha Casa de Oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar, porque a minha casa será chamada Casa de Oração para todos os povos. Isaías 56: 7

No vídeo que você acompanha no final deste texto, são feitas perguntas a pessoas do mundo sobre o que eles pensam sobre cristãos, sobre a igreja e sobre Jesus Cristo. As respostas foram diversas, mas algo em comum na maioria das respostas foi duras críticas à organização, os objetivos e à própria existência de igrejas cristãs. E a triste verdade é que os cristãos e as igrejas cristãs são as únicas responsáveis por esta imagem distorcida e errada de si.

Podemos resumir as muitas fortes críticas a cristãos e a igreja cristã em duas críticas principais: a igreja comércio e a igreja evento.

A primeira das fortes críticas recai sobre a igreja comércio. E o comércio é o comércio da fé. Tudo está disponível por um preço, desde uma cura específica a promessas de prosperidade em diversas áreas da vida. A igreja evangélica se transforma em um polo capitalista de comércio a fim de saciar a necessidade consumista de seus fiéis. Não há um compromisso com doutrinas, com discipulado, com a Palavra de Deus, a Bíblia, ou com Jesus Cristo, nosso Deus. É uma simples relação de demanda e fornecedor. Existe uma demanda por um evangelho raso, egoísta, sem compromisso, sem amor, sem transformação e renovação de vida, há uma demanda por resolução de problemas, há uma demanda por favores celestiais, favores comprados e com preço. A igreja é vista como uma empresa que vende sonhos impossíveis e os fiéis são vistos como alienados vítimas de sua própria ingenuidade. Certamente é muito ruim explorar a fé dos outros para obter lucro, porém pior é não conhecer a própria fé professada, é não conhecer o Deus alvo da fé.

E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada Casa de Oração; vós, porém, a transformais em covil de salteadores. Mateus 21:13

A segunda forte crítica recai sobre a igreja evento. A igreja cristã se apresenta como uma casa de eventos, uma casa de shows, trata-se de um lugar para deixar as pessoas ocupadas com atividades e eventos. A igreja se organiza em volta de seus eventos anuais e se esforça para manter as suas tradições. Não existem objetivos em longo prazo, não há uma estratégia a ser seguida e nem um alvo a ser alcançado, há somente uma lista de tarefas a ser cumprida, um ritual anual que se repete com poucas mudanças. O problema é que essa rotina mórbida de organizar e frequentar eventos, pregações, cultos, palestras, retiros, oficinas e seminários, sem objetivos e propósitos claros, sem um forte compromisso de discipulado, fazer só por fazer, só para ocupar as pessoas, não favorece a mudança de caráter, não favorece a renovação de vidas, não ajuda a transformar pessoas, não ajuda a refletir o caráter de Cristo, nosso Deus, em nossa sociedade. Não viver o que se prega, não praticar a justiça de Deus, é o ponto alto da segunda forte crítica aos cristãos e a igreja cristã. A igreja é vista como um centro de hipócritas e os fiéis são vistos como pessoas falsas de vida dupla. Certamente é muito ruim oferecer atividades religiosas apenas para ocupar as pessoas, porém pior é conhecer a verdade e não praticá-la, é se contentar com uma rotina de atividades sem transformação, é se contentar com uma vida dupla e hipócrita.

Eis que vós confiais em palavras falsas, que para nada vos aproveitam. Que é isso? Furtais e matais, cometeis adultério e jurais falsamente, queimais incenso a Baal e andais após outros deuses que não conheceis, e depois vindes, e vos pondes diante de mim nesta casa que se chama pelo meu nome, e dizeis: estamos salvos; sim, só para continuardes a praticar estas abominações! Será esta casa que se chama pelo meu nome um covil de salteadores aos vossos olhos? Eis que eu, eu mesmo, vi isto, diz o Senhor. Jeremias 7 : 8 – 11

As pessoas ainda não alcançadas pelo amor de Deus ao olharem para a vida dos cristãos e da igreja cristã acabam se desiludindo com o evangelho apresentado. E com razão. As pessoas estão cansadas de ouvir sobre uma fé salvadora, de ouvir sobre uma graça transformadora, ouvir sobre uma renovação no viver sem, contudo, comprovar a prática dessa fé, a prática dessa graça e a prática dessa renovação de vida. As duas críticas principais a igreja cristã revelam a mesma coisa: igrejas e fiéis vivendo um evangelho falso. De um lado cristãos descompromissados sem transformação de vida e, do outro, cristãos compromissados também sem transformação de vida. Assim, o povo de Deus é encarado como um povo que é ou hipócrita ou iludido.

A imagem da igreja criada pelos cristãos é fundamental para impactar vidas e leva-las ao conhecimento de Deus, é fundamental para a pregação do verdadeiro evangelho de Jesus Cristo. Uma imagem negativa, como se vê, tem efeito inverso, não atrai, mas afasta as pessoas do amor de Deus e essa imagem, em última análise, é fruto da falta de compromisso sério com o discipulado, de pastoreio pessoal e ensino sóbrio da Bíblia e do caráter de Deus aos cristãos. A grande marca do verdadeiro evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, nosso Deus, é a genuína transformação de caráter, é a vivificação do espírito das pessoas num processo gradual de amadurecimento espiritual. A verdadeira igreja de Cristo é organizada e composta por pessoas transformadas e que possuem o compromisso de transformar pessoas pelo amor de Deus, nosso Senhor. Esse compromisso precisa levar ao discipulado dos cristãos onde alcançarão, pela graça de nosso Deus, pleno entendimento das doutrinas da Bíblia e das verdades do evangelho de Cristo. Esse entendimento levará, pelo poder de nosso Deus, à prática da verdadeira fé em Jesus Cristo, nosso Salvador, formando a imagem da verdadeira igreja cristã.

Mas, se deveras emendardes os vossos caminhos e as vossas obras, se deveras praticardes a justiça, cada um com o seu próximo; se não oprimirdes o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, nem derramardes sangue inocente neste lugar, nem andardes após outros deuses para o vosso próprio mal, eu vos farei habitar neste lugar, na terra que dei a vossos pais, desde os tempos antigos e para sempre. Jeremias 7: 5 – 7

Sendo assim, a verdadeira igreja de Cristo é formada por pessoas que nutrem um forte amor por Deus, amam ao Senhor com toda força de seus corações e se esforçam para trilhar os caminhos de Jesus Cristo, nosso bom Mestre. Trilhando os caminhos de Cristo, nasce-lhes no coração o amor aos irmãos, ao próximo e esse amor leva a prática de obras, leva a servir ao mundo com cuidado e amor. Assim, a igreja cristã não é uma empresa, um comércio, tampouco uma casa de eventos, na verdade, a igreja é a casa de Deus, onde o Senhor dos Senhores é adorado com amor, também é um agente amparador da sociedade sendo enviado por nosso Deus a fazer o bem a todos os que choram, aos desamparados, aos angustiados de espírito, aos abatidos de alma, aos pobres, aos marginalizados, aos excluídos, aos que tem sede e fome. Não é difícil encontrar igrejas engajadas em várias atividades sociais em busca de socorrer e ajudar todo aquele que tem necessidade. Logo, a igreja cristã é a organização formal de pessoas que amam a Deus, que amam ao próximo e que servem ao mundo com amor, zelo e dedicação. Este é o genuíno evangelho de Jesus Cristo. Esta é a verdadeira imagem da igreja de Jesus Cristo.

No entanto, a igreja de Cristo é mais que a casa de Deus onde o Senhor é adorado com grande amor, é mais que um agente de bem social, mas também é um agente formador de discípulos genuínos de Cristo. A verdadeira igreja de Cristo tem a responsabilidade e o compromisso de ensinar aos seus fiéis a caminhar na fé com o objetivo de alcançar a maturidade espiritual e a sabedoria de Deus. O discipulado dos cristãos é apresentar o evangelho alicerçado plenamente na Palavra de Deus, é esforçar o povo de Deus para que busquem na Bíblia entendimento e sabedoria, é ensinar as pessoas a interpretar a Bíblia de forma independente e de forma correta para que caminhem bem na sã e verdadeira doutrina para que não sejam enganados por falsos evangelhos. O compromisso é favorecer aos cristãos a encontrar em Jesus Cristo, nosso Deus, o perfeito exemplo de vida, é estimular a dependência de Deus em todo tempo, é criar um relacionamento íntimo e contínuo com nosso maravilhoso, bondoso, amoroso, nosso Pai poderoso, o Eterno Deus, nosso Senhor.

Portanto, é o forte compromisso com a Bíblia, com o discipulado dos fiéis, com o pastoreio pessoal e eficaz que formam na igreja cristã a verdadeira imagem do evangelho de Cristo. Uma igreja sem compromisso com a Bíblia e focada apenas em eventos de rotina e de tradição dificilmente apresentará uma imagem saudável. E a imagem saudável é uma só. A igreja cristã é o lugar de pessoas transformadas cheias de amor que amam a Deus e ao próximo, que se deleitam na Palavra de Deus, em seus ensinamentos e caminhos, que servem ao mundo em toda boa obra, que ensinam outras pessoas a amar, a encontrar e a entender o verdadeiro e maior amor de toda existência: o amor de Jesus Cristo por nós.

O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para quem tenham vida e a tenham em abundância. Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas ovelhas. O mercenário, que não é pastor, a quem  não pertencem as ovelhas, vê vir o lobo, abandona as ovelhas e foge; então, o lobo as arrebata e dispersa. O mercenário foge, porque é mercenário e não tem cuidado com as ovelhas. Eu sou o bom pastor; conheço minhas ovelhas, e elas me conhecem a mim,  assim como o Pai me conhece a mim, e eu conheço o Pai; e dou a minha vida pelas ovelhas. João 10: 10-15

Assista ao Vídeo – “Como o mundo te vê cristão?” :

Compartilhe!
Dorly Junior

Dorly Junior

Dorly Junior é servo de Deus. E descobriu no Senhor Jesus Cristo, nosso Deus, a genuína liberdade da escravidão do próprio ego. Curte Rock'n'roll e filme de terror. Atende no Facebook. Me acha lá! =D

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *